Facebook

Por que os músculos ficam mais doloridos no frio? – Webrun

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Foto: Adobe Stock

Com a queda de temperaturas, muita gente sente o aumento das dores nos músculos. Isso porque no frio os vasos sanguíneos tendem a se contrair e ficarem mais finos, diminuindo também o fluxo sanguíneo. Assim, os músculos se contraem para regular a temperatura e circulação de sangue. Por mais que aqueçamos o nosso corpo por fora, não há como parar a ação que as baixas temperaturas causam por dentro.

Quando os músculos estão frios, eles não são tão flexíveis e energéticos, o que significa que eles estão mais propensos às lesões e aos processos inflamatórios, por isso a dor ao ser “acionado” no frio. No entanto, na maioria das pessoas, isso vai diminuindo quando a musculatura é aquecida e praticamente desaparece durante o esporte. Mas, em algumas pessoas o clima frio provoca fadiga, problemas de equilíbrio, fraqueza muscular ou dores de cabeça. Quando esses sintomas são agravados pelo frio, pode ser por causa das mudanças na pressão do ar que precedem alteração no clima.

De acordo com a ortopedista Dra. Ana Paula Simões, algumas causas ainda não são totalmente esclarecidas, mas o processo no corpo ocorre de forma muito parecida com a sensação de congelamento cerebral que algumas pessoas sentem quando comem sorvete – o ar frio pode estimular o nervo trigêmeo que é responsável pelas sensações da pele no rosto, pescoço e boca. O frio faz com que os vasos sanguíneos se contraiam.

Para quem pratica atividade física durante o inverno, o cuidado deve ser redobrado para não ficar tão exposto às lesões. Mas, o alerta de “tomar cuidado” não significa que você não deve praticar atividades durante o frio, exercícios aeróbicos, por exemplo, estimulam a circulação sanguínea, liberam endorfina, aumentam o oxigênio no corpo e a temperatura corporal, promovendo sensação de prazer e alterando a percepção de dor.

+ Clique aqui e escolha sua próxima corrida!

A ortopedista deu algumas dicas de como”driblar” as dores musculares durante o frio:

Roupa certa: tente colocar camadas de roupas tipo segunda pele em vez de muitas roupas grossas. Assim, durante o treino, você não fica com muito peso, nem volume, e pode remover uma camada se estiver com muito calor. Para aqueles que sofrem de dores de cabeça, enrole o pescoço em um lenço e use gorros principalmente nos treinos noturnos.

Aqueça: faça um esforço extra para aquecer o corpo antes de sair de casa para obter algum ganho energético, pois as pessoas que têm sensibilidade sensorial aumentada costumam sentir os efeitos das mudanças na temperatura ainda mais. Pode ser alguns polichinelos, exercícios funcionais, vale até tomar um pré-treino aquecido como um café com canela.

Não fique no frio por muito tempo: aproveite ao máximo o tempo fora para aquecer e já executar sua planilha. Evite ficar com a roupa de treino suada no frio, e, ao chegar em casa, aqueça o mais rápido possível.

Tente manter seu corpo ativo e aquecido: no trabalho ou estudo dê preferência a cada hora para levantar da cadeira e não pare por muitas horas sentado. O corpo ativo e a mobilidade articular ampla, ajuda a articulação e a musculatura a se manterem irrigadas e ativas, diminuindo as dores.

Mexa-se: em casa, tente manter-se em movimento e aquecido com chás e banho quente. Evite ficar horas no sofá, pois da mesma forma que o item anterior, o movimento gera calor e melhora a flexibilidade e a amplitude do movimento e das articulações.

Fonte Oficial: Webrun.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal Corrida.

Comentários

Compartilhar:

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!