Facebook

Ativo >> saiba como evitar o constrangimento

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Cansaço, desidratação e dores musculares são algumas das preocupações que perseguem o corredor durante uma prova longa. Se você é homem, um item altamente constrangedor pode engrossar a lista de contratempos. O atrito constante por um tempo longo entre a camiseta e a região do peito pode gerar um sangramento no mamilo – ferimento que já deixou muita gente sem graça em maratonas mundo afora.

Trata-se de uma dermatite de contato por irritante primário, explica o dermatologista Rodolfo Mendonça, do Espaço Saúde Lisieux. Corriqueiro entre atletas de longas distâncias, o problema não é grave, mas costuma ser acentuado por camisetas molhadas pelo suor. A ardência durante o banho é uma das consequências do pequeno ferimento.

 

Leia mais

Dicas de como correr mais rápido e com menos impacto

Dor de lado: saiba como evitá-la!

Dor do dia seguinte: entenda e previna-se

 

“A pele do mamilo não está acostumada a um atrito constante. A sola do pé e a palma da mão, por exemplo, são mais grossas, já que estão constantemente em atrito. De repente, o mamilo é exposto a essa agressão, o que provoca uma lesão em uma pele fina”, diz o médico, sugerindo que o corredor que sofre com esse problema impeça a fricção contínua na região.

Essa fricção costuma ser evitada pelas mulheres, que, com a utilização de tops, ganham sustentação e firmeza na região. Corredores experientes e treinadores de assessorias recomendam a aplicação de vaselina no bico do peito antes de correr para evitar o sangramento no mamilo. No entanto, a vaselina, que também costuma ser usada para frear o atrito entre as coxas, pode deixar manchas na roupa. Curativos também são aliados para fugir desse constrangimento.

Fonte Oficial: https://www.ativo.com/saude/sangramento-no-mamilo/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal Corrida.

Comentários

Compartilhar:

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!